Doenças Raras – Aplasia bilateral congênita dos canais deferentes

A Aplasia bilateral congênita dos canais deferentes é a falta  ou falha de desenvolvimento dos canais deferentes, bilateralmente.

Comum em pacientes com  pacientes com fibrose cística.

Diagnóstico molecular de Aplasia bilateral congênita dos canais deferentes (gene CFTR), análise de 36 mutações alvo. CID Q55.4 

Anúncios